Pular navegação

4 lições financeiras que Anitta aprendeu ao longo da vida

Guardar dinheiro desde cedo e focar no longo prazo são alguns dos hábitos que ajudam Anitta a assumir o controle da sua vida financeira. Confira outros aprendizados compartilhados durante os quatro episódios do Papo de Patroa.

Imagem da cantora Anitta sorrindo. Ela veste uma roupa preta e tem cabelos longos.

Desde muito cedo a cantora Anitta sabe o que quer. Já declarou em entrevistas que queria ser artista ainda criança e que adorava cantar e fazer shows para as suas bonecas e bichinhos de pelúcia. E além de ganhar os palcos, Anitta se tornou uma empresária bem-sucedida.

Muito desse sucesso pode ser relacionado com a disciplina e foco que Anitta cultivou desde a infância. Nos quatro episódios do Papo de Patroa, talk show do Nubank apresentado pela cantora e pela multiartista Linn da Quebrada, Anitta conta que começou a juntar dinheiro em um cofrinho, com R$ 2 ou R$ 5 que ganhava da avó toda semana.

Por mais que um cofrinho de criança possa parecer algo trivial, foi com esse dinheiro que ela conseguiu, quando tinha 15 anos, pagar boa parte da obra para construir uma sala na casa em que morava com a família, e que até então era formada por cozinha e quartos. 

Anitta continuou a poupar, comprou figurino para show, depois um carro, até que passou a investir na própria carreira rumo ao sucesso internacional. 

Para inspirar quem também está no processo de organização financeira, confira a seguir cinco aprendizados envolvendo dinheiro que a cantora Anitta compartilhou no Papo de Patroa.

1. Compromisso financeiro? Só se ele couber no orçamento

Seja no carnê ou no cartão de crédito, a maioria dos brasileiros já fez uma comprinha parcelada. Anitta contou no primeiro episódio do Papo de Patroa que sempre priorizou as compras à vista. Não porque tinha dinheiro, mas por uma preocupação em assumir apenas compromissos com os quais poderia arcar.

“Vocês sabem que eu tomo conta da minha vida e tive que adotar essa coisa do comportamento financeiro pra minha vida. Eu sou uma pessoa muito organizada financeiramente e as pessoas até me perguntam como eu fazia (...) acham que eu já tinha dinheiro, que tava ali de alguém. E não. Gente, comecei do zero, do zero mesmo”, disse.

“A fórmula que dava certo para mim era analisar a minha forma de vida e só colocar o meu pé onde eu realmente alcançava. Quando eu digo que nunca parcelei nada na vida, não era porque eu não precisava, era porque eu optava por não ter aquilo que eu não tinha dinheiro para ter e por não entrar numa parcela que não teria condição de arcar. ‘Mas então vai ficar sem isso e sem aquilo?’. Eu preferia ficar”.

2. Dá pra guardar dinheiro começando com pouco

Guardar dinheiro ou mesmo investir pode ser mais simples do que se imagina. Valores pequenos, como R$1, R$ 2 ou R$ 5 podem ser suficientes para dar o pontapé inicial naquela reserva financeira que poderá ser usada para realizar um sonho lá na frente. Anitta descobriu isso ainda na época da escola, quando ganhava um dinheirinho semanal da avó. 

“Eu aprendi a guardar dinheiro em cofrinho com a minha avó. Eu guardava pensando no investimento e na esperança de no futuro aquilo ser uma coisa muito melhor e muito maior. Coisa que aconteceu. Eu fui guardando de R$ 5 em R$ 5, de R$ 10 em R$ 10, daqui a pouco eu tinha R$ 50, R$ 100, R$ 200. E assim eu comprei os meus primeiros figurinos de shows. Shows esses que me deixavam guardar por mês R$ 50, R$ 100, R$ 200, que foram virando R$ 300, R$ 400. Até que um dia eu consegui comprar um carro só de guardar no cofrinho".

3. Se possível, separe um dinheiro para guardar antes dos gastos

Desenvolver estratégias para conseguir alcançar os objetivos pode ajudar. No segundo episódio do Papo de Patroa, Anitta contou que desde o primeiro salário adquiriu o hábito de guardar parte do que ganhava. Isso se tornou uma rotina em sua vida, e até hoje ela continua poupando dinheiro desta maneira.

“Essa é uma coisa que eu faço desde o meu primeiro salário. Por exemplo, se eu tivesse ganho R$ 600, na minha cabeça eu fingia que eram só R$ 400. E aí os outros R$ 200 eu guardava. Eu podia sair fazendo de tudo, mas só com dois terços que sobravam”.

Essa, no entanto, é uma estratégia que não funciona para todo mundo. Pessoas que ganham pouco precisam gastar praticamente toda a sua renda com itens básicos como alimentação, moradia e transporte. Por isso, por mais que seja importante fazer uma reserva financeira, é importante adequar esse planejamento a sua realidade ok?

4. Foque nos seus objetivos

Ao organizar a vida financeira, é importante pensar a longo prazo. Foi o que Anitta fez quando começou a juntar o dinheiro que ganhava da avó. Com o passar do tempo, a quantia foi se multiplicando a ponto de ser suficiente para ajudar a financiar um sonho antigo.

“Na minha casa não tinha sala. Era uma cozinha e quartos. E eu queria ter a sala. E a minha avó costumava me dar R$ 2, R$ 5 para a gente levar para a escola e eu guardava. Quando eu fiz 15 anos, eu tinha um dinheirinho e falei: ‘mãe, toma aqui tantos mil reais para fazer a sala. E aí a minha mãe juntou com dinheirinho que ela tinha e a gente fez a tal da sala de casa”, contou.

Anitta contou que preferia levar de casa o lanche da escola para não gastar o dinheiro que ganhava da avó.

“É uma forma de pensar no futuro. Enquanto meus primos e meu irmão estavam lá no colégio gastando o dinheiro, eu guardava aqueles R$ 5 e depois fiz a minha sala”. 

Quer assistir ao Papo de Patroa?

O talk show do Nubank tem quatro episódios e todos eles estão disponíveis no nosso canal do YouTube. Esse é um projeto idealizado para ajudar a colocar sua vida financeira em ordem e a realizar suas metas. 

Em um encontro inédito, Anitta e Linn da Quebra compartilham perrengues e aprendizados, e revelam como lidam com o dinheiro. O papo é acompanhado por Pedro Mota, economista e especialista em investimentos do Nubank, que responde às dúvidas mais frequentes sobre organização financeira e metas.

Veja o que você vai encontrar em cada um dos episódios:

Leia também:

Caixinhas do Nubank: tudo o que você precisa saber

Utilizamos cookies para melhorar a sua experiência em nosso site. Ao continuar navegando, você concorda com a nossaPolítica de Privacidade.Ao continuar a navegar, você concorda com essa Política.